Estupidez Humana

Uma vez tomada a decisão de não dar ouvidos mesmo aos melhores contra-argumentos: sinal do caráter forte. Também uma ocasional vontade de se ser estúpido.

Friedrich Nietzsche

O Prêmio Darwin Award, um tanto quanto insólito e macabro, premia mortes estúpidas que ajudam a evolução humana ao retirarem-se dela, fazem uma auto-seleção melhorando a espécie.
Não pense você que é merecedor do prêmio, só porque colocou a cadeira giratória em cima da cama para trocar a lâmpada do quarto caindo e quebrando a clavícula, estúpido, é mais do que isso, algo do tipo: funcionário de uma usina termoelétrica que foi torrado ao fazer cooper na esteira transportadora de carvão para o forno, ou esse levou o prêmio 2009, dois ladrões que se explodiram ao tentar abrir um caixa eletrônico com dinamite na Bélgica, o outro vencedor do ano passado foi um agricultor polonês Krystof Azninsk ele serrou a própria cabeça para provar a sua macheza.
Tem brasileiro ganhador do prêmio, que foi vencedor em 2008, o padre Aderli de Carli, aquele lembram, que morreu após levantar voo em uma cadeira puxada por mil balões de hélio em Paranaguá e se perder em um temporal
Wendy Northcutt fundadora da premiação anual diz que para ser vencedor tem que atender a alguns requisitos básicos:

1.Reprodução - eliminou os seus genes, morto ou estéril;
2.Excelência-discernimento sensacionalmente errado;
3.Auto-seleção- causou o desastre por si mesmo;
4.Maturidade-capacidade de julgar o que estava fazendo;
5.Verificável- evento verdadeiro, verificável.

Alguém se habilita ao processo de seleção nada natural?

Boa Tarde

Luiza